Início seta Notícias seta Fazenda-RJ: 100 vagas para Auditores
Fazenda-RJ: 100 vagas para Auditores PDF Imprimir E-mail
Escrito por Diretoria de Comunicação   

Em 14/10/2010

Serão divulgados três editais, programados para sair ainda este mês

Está prevista para o fim deste mês a publicação de três editais de concursos públicos para a Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro (Sefaz-RJ), abrangendo 230 vagas. De acordo com o titular da pasta, Renato Villela, serão 100 oportunidades para auditor fiscal da receita estadual (nível superior em qualquer área; R$9.885,40), 100 para analista de controle interno (graduação em Contabilidade e áreas específicas; R$3.818,18) e 30 para analista em finanças públicas (graduação em áreas que ainda serão informadas; R$4.200).

"Serão três editais diferentes, que se não forem lançados no mesmo dia, serão divulgados em datas próximas. A previsão é divulgá-los no fim de outubro ê aplicar as provas também este ano. Estamos discutindo, mas, a princípio, podemos fazer com a mesma organizadora que fez o último concurso para auditor (Fundação Getúlio Vargas)", disse.

Para Renato Villela, quem deseja participar já deve iniciar os estudos. No caso dos interessados na função de auditor, o edital da última seleção, realizada este ano, pode servir de base.

Na época, foram propostas duas provas objetivas (aplicadas em dois dias), eliminatórias e classificatórias. No primeiro dia houve perguntas de Português (18), Matemática Financeira e Estatística (18), Economia e Finanças Públicas (16), Administração (26) e, ainda, Direito Constitucional e Direito Administrativo e Direito Civil (22).

No segundo, entretanto, foram propostas questões de Direito Comercial (Empresarial) (20 questões), Direito Tributário (20), Legislação Tributária e demais normas atinentes à fiscalização (40), Contabilidade Geral e de Custos e Auditoria (20).

Foram eliminados aqueles que não garantiram 50% de acertos em cada grupo de disciplinas de ambos os exames, e, ainda, o candidato que não conquistou, no mínimo, 60% de acertos no somatório das provas. Além disso, houve curso de formação.

Já para as carreiras de analista, Renato Villela adiantou apenas as matérias: "No caso dos analistas, também haverá toda essa parte financeira, onde serão cobrados Matemática Financeira e Conhecimentos da Legislação em relação ao endividamento público. Os candidatos já podem começar a estudar. Pode ser que haja uma outra disciplina que eu não tenha citado, mas as básicas são essas mesmo", afirmou.

 

 

Autoria: JORNAL FOLHA DIRIGIDA

 
< Anterior   Próximo >